(51) 3211.0641 - Federação dos Empregados no Comércio de Bens e Seviços do RS

Notícias

Guiomar Vidor: Nota sobre o Salário Mínimo Regional

A CTB critica a demora de Sartori em encaminhar o reajustaste do Mínimo Regional e, principalmente, o percentual anunciado pelo governo, de 1,81%, que pretende reajustar abaixo da inflação do ano, que ficou em 2,07%.A CTB, junto com as demais centrais, já solicitou uma agenda com o presidente da ALERGS,

Sindesc-RS promove cursos de formação nos meses de fevereiro e março

Abaixo, confira as formações oferecidas pelo Sindesc-RS nos meses de fevereiro e março. 1) AUDITORIA INTERNA PARA INICIANTES – ASPECTOS TEÓRICOS E PRÁTICOSData: 21, 22 e 23/02/2018Horário: das 19h às 22hs. Carga Horária: 9hs.Local: Rua dos Andradas, 1276, 13º andar, Centro, Porto Alegre.Instrutor:

Sindicomerciários Ijuí: A qualidade de vida do trabalhador não é negociável

Nas crises econômicas há sempre a tentativa de passar a conta para a classe trabalhadora. O desemprego no país e a crise nos estados e municípios não é resultado daquilo que os trabalhadores defendem. É resultado de uma política econômica, esta sim retrógrada, que considera benefícios, vantagens e alterações

OIT pede que governo avalie a revisão de pontos da Reforma Trabalhista

Organização Internacional do Trabalho (OIT) pediu que o governo federal examine a revisão de pontos da reforma trabalhista que tratam da prevalência de negociações coletivas sobre a lei, o chamado acordado sobre o legislado.A recomendação foi feita no relatório do Comitê de Peritos da OIT, publicado

Artigo: As Mentiras do Déficit da Previdência

O governo Temer intensifica campanha sórdida e enganosa, que já custou mais de R$ 120 milhões aos cofres públicos, para tentar passar a reforma da previdência "a toque de caixa". Como cartada final, Temer agora se coloca a frente do processo, participando de teatros de terror, ensaiados com apresentadores

Guiomar Vidor

Previdência: Centrais farão jornada de luta contra reforma no dia 19

Reunidos nesta quarta-feira (31) em São Paulo, dirigentes nacionais das centrais sindicais afinam as agendas contra a proposta de reforma da Previdência, que pode entrar na pauta da Câmara dos Deputados no dia 19 de fevereiro. Com o recesso parlamentar chegando ao fim, o governo tem priorizado as articulações

Centrais sindicais organizam mobilização contra reforma da previdência

As centrais sindicais do Estado se reuniram, nesta sexta-feira (26/1), na sede da CTB-RS, para discutir importantes ações para o movimento sindical nos próximos diasO atraso na votação do reajuste do piso regional, que tem data-base em 1º de fevereiro, preocupa os dirigentes. “Janeiro já está acabando

Mulheres com Lula começa sem luz e termina reunindo multidão na rua

Na manhã desta terça-feira, 23, a cidade de Porto Alegre recebeu mulheres de todo o Brasil e também algumas representantes da América Latina e da Europa, que vieram participar do evento Mulheres com Lula, marcado para iniciar às 9h, no teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa do Estado do RS.

Fecosul debate acordo único para empregados das Lojas Colombo

Na manhã desta quarta-feira (17), na sede da Fecosul, a comissão de negociação da entidade recebeu representantes das Lojas Colombo, do RH e das Relações Sindicais, para tratar da proposta de um acordo estadual único para os funcionários de toda a rede de lojas. Presentes na reunião, além do presidente

Centrais definem agenda de fevereiro contra reforma da Previdência

"A reunião teve como objetivo afinar nossas agendas para orientar nossas bases para a ameaça de votação da proposta que reforma a Previdência Social e acaba com a nosso direito à aposentadoria", externou o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, ao final da reunião do Fórum das Centrais Sindicais,

Reforma trabalhista é alvo de pelo menos 15 ações no STF

Oito processos questionam o fim do imposto sindicalO poder do Palácio do Planalto para neutralizar as tentativas de alteração na MP em tramitação no Congresso não é suficiente para proteger o texto original de outras interferências. Pelo menos 15 ações diretas de inconstitucionalidade (Adin) tramitam

Temer decreta mais uma vergonha nacional: Mínimo de R$ 954

Por Guiomar Vidor, presidente da Fecosul e CTB-RSComo se não bastasse o congelamento por 20 anos nos investimentos em saúde, educação e segurança e uma Reforma Trabalhista que retira mais de 100 direitos da classe trabalhadora brasileira e precariza o mundo do trabalho, o Governo Ilegítimo de Temer,