Na tarde deste dia 1º de Maio, trabalhadores em todo o RS foram as ruas celebrar o Dia Internacional dos Trabalhadores e denunciar a retirada de direitos proposta pelo governo Bolsonaro e seus aliados. Nos atos, os trabalhadores recolheram assinaturas contra a Reforma da Previdência.

Em Porto Alegre, a manifestação aconteceu na Orla do Guaíba, reunindo trabalhadores, centrais sindicais, movimentos sociais e representantes de partidos políticos. Cerca de cinco mil pessoas marcaram presença no local.

Para Guiomar Vidor, presidente da CTB-RS, a grandiosidade do ato anuncia o tamanho da greve geral, marcada para o dia 14 de junho. “Tomamos as ruas e demos nosso recado. Não vamos deixar que retirem nossos direitos. O ato também serviu para conversarmos com a população, falando as verdades que o governo insiste em esconder sobre a Reforma”, aponta.