O Sindicomerciários de Ijuí realizou Assembleia Geral na noite da última quinta-feira (14). Os dissídios da maioria dos setores do comércio já estão fechados e a direção fez um informe das negociações, especialmente a tentativa da classe patronal de eliminar cláusulas do acordo coletivo usando como argumento a reforma trabalhista. "Já começamos a sentir os efeitos desta reforma contra a classe trabalhadora. Uma reforma que veio para acabar com direitos que conquistamos a muito tempo e que temos como garantia de maior remuneração e de melhores condições de trabalho. Felizmente nas negociações deste ano, conseguimos manter estas conquistas, mas os trabalhadores e trabalhadoras precisam estar conscientes da necessidade de reforçar a luta Sindical, porque os próximos anos serão de muita resistência contra a retirada de direitos", afirmou Ari José Bauer, Presidente da entidade.

Um dos principais pontos da pauta foi a autorização da assembleia para que uma assessoria jurídica contratada junto à Fecosul realize estudo para uma proposta de mudança do estatuto do Sindicato, adequando o documento a portarias recentes emitidas pelo Ministério do Trabalho. A assembleia autorizou por unanimidade a proposta.

A Direção fez também um informe aos trabalhadores e trabalhadoras de outros setores do comércio sobre a tentativa recente de criação de um sindicato de trabalhadores em cooperativas. A entidade, que sequer tem base no estado (está sediada em Brasília) organizou assembleia de criação na cidade de Passo Fundo, no mês passado. "A ação de criação deste Sindicato era uma clara ação de mobilização patronal com a intenção de criar um Sindicato de fachada. Dissídios fechados por esta entidade em outros estados estão muito abaixo dos valores que os Sindicatos que representam este setor tem fechado no estado. Felizmente conseguimos no voto e na mobilização dos trabalhadores e trabalhadores de todo o estado, barrar esta proposta", disse Rosane Simon, diretora do SindiComerciários e Vice-presidenta da Fecosul. Simon salientou neste processo a mobilização da classe trabalhadora que atendeu o chamado e se mobilizou contra a proposta. "Foram mais de mil trabalhadores e trabalhadoras que se colocaram a disposição para a luta e este é um fato muito positivo para a categoria", acrescentou.

A direção reforçou o convite para o jantar em comemoração aos 80 anos da entidade, comemorados em 2017. A festa está programada para o dia 28 de outubro, no CTG Farroupilha. As fichas já estão à venda na Secretaria no valor de R$ 15 para sócios e dependentes e R$ 25 para não sócios.

Texto: Sindicomerciários Ijuí