Comerciários e comerciárias de concessionárias de veículos no Rio Grande do Sul tiveram duas vitórias importantes: a conquista de uma Convenção Coletiva de Trabalho, CCT, com avanços em direitos e reajuste acima da inflação; e a outra vitória: voltaram a ser representados pela Fecosul e Sindicomerciários, o que foi decisivo para esse resultado que beneficia trabalhadores e trabalhadoras do segmento.


REAJUSTE ACIMA DA INFLAÇÃO

Mesmo em um momento de crise gerado pela pandemia, graças ao trabalho da Fecosul e Sindicomerciários, os trabalhadores e as trabalhadoras de concessionárias terão um aumento de 6,54% nos salários, ante uma inflação de 6,22% registrada em março, que é a data-base do segmento. Portanto o reajuste de 6,54% é retroativo a março e deve ser pago já na folha do mês de julho.


PRINCIPAIS CONQUISTAS EM DIREITOS

A Convenção Coletiva de Trabalho do segmento das concessionárias também teve avanços importantes conquistados na negociação conduzida pela Fecosul e Sindicomerciários. São os direitos assegurados para a categoria que a nova Lei Trabalhista não garante.

Veja os principais:

- SEGURO DE VIDA EM GRUPO, sem ônus para o trabalhador com cobertura dos seguintes itens: morte, morte acidental, invalidez parcial ou permanente, doenças graves, auxílio funeral familiar, indenização especial para filhos póstumos, adaptação especial de veículo ou residência em caso de IPAA, auxílio inventário, auxílio natalidade (kit) e rescisão trabalhista.

- PLANO ODONTOLÓGICO gratuito para funcionários da empresa.

- ESTABILIDADE DE 90 DIAS PARA AS MÃES após período de licença-maternidade.

- AUXÍLIO-CRECHE de 10% do piso da categoria(R$147,00), por cada filho até os seis anos de idade a ser pago aos pais e as mães.

AUXÍLIO-ESTUDANTE de duas parcelas de R$ 735, uma no mes de setembro e outra em fevereiro, para trabalhadores matriculados no ensino regular ou graduação em escolas oficiais; caso o trabalhador não seja estudante, o benefício pode ser utilizado por um dependente.

- ESTABILIDADE PRÉ-APOSENTADORIA DE 12 MESES, quando estiver a um ano da aposentadoria, para trabalhadores com três anos ou mais de empresa.

- ABONO DE PONTO PARA INTERNAÇÃO DE FILHOS de até seis dias por ano aos trabalhadores em caso de consultas médicas e internações.

- QUINQUÊNIO: pagamento de bonificação após cinco anos de trabalho na empresa com adicional de 5% aplicados sobre o salário do trabalhador.

- PISO SALARIAL PARA VENDEDORES DE VEÍCULOS: R$ 1.911,00 (garantia mínima).

- PISO PARA DEMAIS TRABALHADORES COMISSIONADOS: R$ 1.764,00 (garantia mínima).

- PISO SALARIAL GERAL: R$ 1.470,00.

- RESCISÕES NO SINDICATO: as rescisões devem ser feitas no Sindicato para acompanhamento e conferência dos valores o que dá segurança para o trabalhador, sem nenhum custo para o mesmo.

-REPOUSO REMUNERADO COMISSIONADOS- O desconto no RSR, será proporcional aos dias injustificadamente faltados e não mais de forma integral.


ASSOCIE-SE AO SINDICOMERCIÁRIOS

O acordo deste ano só foi bom porque a Fecosul e os Sindicomerciários voltaram a representar o segmento. Agora, é hora dos trabalhadores se unirem e fortalecerem o seu Sindicatos.

Como?

Além de contar com a força da Fecosul e dos Sindicomerciários na sua representação e defesa dos seus direitos, trabalhadores e trabalhadoras de concessionárias de veículos podem ser sócios, e contar com todos os benefícios e vantagens que o Sindicato oferece para o trabalhador e seus dependentes.
Fortaleça o seu Sindicato e garanta os seus direitos.

Não fique só. Fique Sócio.

BAIXE O PANFLETO PARA IMPRESSÃO ABAIXO: