Na manhã desta terça-feira, 13, mais uma vez, as centrais sindicais estiveram reunidas na sede da CTB-RS, para definir o índice do reajuste do Salário Mínimo Regional, que irão propor para o governo do Estado, para 1º de janeiro de 2019.

O reajuste proposto pela unidade dos representantes dos trabalhadores no Estado do Rio Grande do Sul é de 9,06%. Esse índice será apresentado, em reunião já solicitada, com a Casa Civil e Presidência da Assembleia Legislativa. Na ocasião será entregue o documento unificado das Centrais Sindicais, falando do índice.

Sobre as mobilizações. No dia 22 ainda de novembro, será realizada plenária das centrais sindicais e movimentos sociais, ainda com local a definir. E, no dia 26 do mesmo mês, um ato em frente ao INSS, ao meio dia, na rua TV. Mário Cinco Paus, 20. Os participantes sairão em caminhada até a Secretaria Regional do Trabalho do RS (Av. Mauá, 1013).

De acordo com o presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, estamos em mais um momento no qual a unidade fará a diferença. “A unidade das centrais é o único caminho, hoje, para fazermos resistência a tudo que está posto e a tudo que virá, em se tratando de retirada de direitos dos trabalhadores”, destaca Vidor.


Texto: Assessoria de Comunicação