Neste dia 24 de março, as Centrais organizaram atividades em protesto ao negacionismo do Governo Bolsonaro em relação a COVID-19. Nesta semana alcançamos a triste marca dos 300 mil óbitos em nosso país.

Foram estendidas faixas em vários pontos da cidade, como na Estação Rodoviária, pedindo a Vacina Já para todos e auxílio emergencial de R$ 600.

Às 10h foi realizado ato simbólico em frente ao Palácio Piratini, pedindo o fim do sistema de cogestão e aceleração do processo de vacinação. Nesta atividade, a CTB-RS esteve representada pelo dirigente Fabrício Loguercio.

Em outras cidade do RS também foram realizadas manifestações.

De acordo com o presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, “é fundamental que a sociedade civil organizada e o povo em geral se posicione de forma mais enérgica neste memento de gravidade por que passa a nação brasileira. Temos um governante que despreza a vida de seu povo e debocha daqueles que perdem seus entes queridos, negando a pandemia, provocando aglomerações e boicotando um processo de vacinação mais rápido”, denuncia.