Governador Eduardo Leite sancionou a Lei 15.561, aprovada pelos Deputados Estaduais abaixo denunciados, a mando de setores retrógrados do empresariado gaúcho.

No texto, o congelamento do valor do Salário Mínimo Regional, que decreta reajuste ZERO para mais de 1,3 milhão de trabalhadores gaúchos que ganham o mínimo. Reajuste zero enquanto a cesta básica teve um reajuste de 25,51% nos últimos 12 meses.

De acordo com Guiomar Vidor, presidente da Fecosul e CTB-RS. “Os deputados e o governador sucumbiram a pressão das entidades patronais que querem acabar com o mínimo e aumentar seus lucros”, denunciou.