Na última terça-feira (15), dirigentes da Fecosul estiveram reunidos com a diretoria da OCERGS Sindicato, entidade que representa o setor das cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul. O objetivo do encontro foi dar início as negociações do dissídio coletivo da categoria para o ano de 2019, com data base em 1º de janeiro.

Representaram a Fecosul o seu presidente, Guiomar Vidor, o diretor de relações do trabalho, Fernando Lemos e o assessor jurídico da entidade, Joelto Frasson. Os dirigentes entregaram a proposta de dissídio para o vice-presidente da OCERGS, Irno Pretto, que levará a proposta para às entidades do setor cooperativista.

Os representantes dos trabalhadores esperam buscar um consenso entre as partes, para que a referida convenção seja fechada ainda dentro do mês de fevereiro.

"O setor cooperativista teve um desempenho positivo no ano de 2018 e, por tanto, existe margem para que o reajuste salarial seja compatível com as necessidades dos trabalhadores do setor, e sejam mantidos os direitos conquistados nas convenções dos anos anteriores", aponta Vidor.