As negociações para o dissídio dos trabalhadores e trabalhadoras do comércio iniciaram antes da data base de março. Em meio ao cenário econômico e especialmente político de instabilidade, o processo torna-se mais difícil, considerando-se ainda o processo de reformas na legislação que propõem retrocessos para a classe trabalhadora.

 

“Nossa proposta é absolutamente realista. Considera o índice de reajuste do salário mínimo regional, de 6,48%, para ser aplicado ao piso da nossa categoria, que subiria para R$ 1240. Aos demais salários, propomos um reajuste de 7%. Ainda não temos uma proposta concreta dos diferentes setores patronais com os quais negociamos, mas infelizmente o indicativo, especialmente para os trabalhadores do comércio, é apenas de reposição dos 4,69% de INPC”, disse o Presidente do SindiComerciários, Ari José Bauer.

 

O SindiComerciários de Ijuí realizou assembleia, ordinária, nesta quinta-feira (08), para tratar da questão. Ari Bauer explicou que a proposta, ainda que não formalizada, colocaria o piso da categoria com valor de R$ 1214, abaixo do valor do salário mínimo no estado, que é de R$ 1229,47. “Estamos aguardando a formalização de uma proposta por parte do Sindilojas, para avaliação. Há setores como o das cooperativas, com as quais temos negociações mais avançadas, que nos dão indicativos melhores, no sentido de conquistarmos até um percentual, ainda que baixo, de aumento real”, garantiu o Presidente. Como não houve formalização de propostas, a assembleia não deliberou sobre o tema.

 

Parcelamento de rescisões da Cotrijui é rejeitado pela Diretoria

A reunião tratou ainda de outras questões, entre elas a proposta de parcelamento de rescisões contratuais solicitada pela Cotrijui. A direção fez o informe da proposta na assembleia, mas explicou que não concorda com a proposta e reiterou que tem decisão da Justiça do Trabalho contra a medida, que inclusive estabelece multa em favor dos trabalhadores. “A empresa continua a utilizar do parcelamento, descumprindo a decisão judicial. Se fôssemos concordar com esta proposta agora, impediríamos o trabalhador de buscar na justiça, após saldar as parcelas da rescisão, seu direito a multa pelo parcelamento. Seria um contrassenso de nossa parte, que poderia inclusive gerar ações dos trabalhadores contra o Sindicato”, explicou o Assessor Jurídico da entidade, Luiz Carlos Vasconcellos.

 

A Direção fez um informe sobre as obras na sede campestre da categoria. Para a próxima temporada, o ginásio de esportes estará pronto para uso, além da ampliação da estrutura de lazer nas áreas comuns. Nesta reunião, também foram entregues os certificados do curso de formação realizado na entidade. Outro tema deliberado foi a realização de uma festa no próximo mês, em comemoração aos 80 anos do Sindicomerciários de Ijuí. “Nossa história é longa, representativa e é fruto do trabalho e da dedicação de muitos trabalhadores e trabalhadoras. Queremos comemorar estes 80 anos com todos os associados e com a categoria, marcando esta data que é muito significativa. Com tal idade, mesmo considerando essa deformação que o governo está propondo na Previdência Social, o Sindicato poderia até se aposentar”, brincou Ari Bauer, concluindo a reunião.


Fonte: Sindicomerciários Ijuí