As centrais sindicais e os movimentos sociais realizaram uma plenária estadual, nesta segunda-feira (27/11), no auditório da Fecosul, centro de Porto Alegre, para organizar detalhes da greve nacional, que está sendo chamada para o próximo dia 5/12.

As centrais participaram da reunião juntamente com sindicatos de trabalhadores de diversas categorias, entre elas comerciários, metalúrgicos, metroviários, bancários, servidores públicos, saúde, construção civil, entre outras. Também estiveram presentes dirigentes de federações de trabalhadores e representantes de entidades sociais como UBM, Uampa, Conam, entre outros.

“Tivemos uma presença bastante significativa na plenária. Isto mostra que a percepção de todos sobre a gravidade do momento que estamos vivendo está maior. Precisamos de unidade para encarar essa luta e evitar que a classe trabalhadora e os aposentados percam direitos. Dia 5, vamos parar contra as reformas trabalhista e da previdência. Dois graves retrocessos que esse governo golpista quer impor aos brasileiros”, defendeu o presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, que lembrou ainda a CPI aprovada por unanimidade dos senadores concluindo que não há déficit na previdência.

O grupo marcou nova plenária com coletiva de imprensa para a próxima segunda-feira (4/12), dia que antecede a greve. A atividade acontecerá no auditório do Sindibancários, a partir das 9h.


Texto: Aline Vargas/CTB-RS - Fotos: Juliana Ramiro/Fecosul