Dia 30 de outubro é a data consagrada ao Comerciário - a origem deste dia em que comemoramos as grandes conquista do passado e do presente, hoje representa um dia de resistência às ameaças aos direitos conquistados.

Em 1908, um grande número de trabalhadores criou a União dos Empregados no Comércio do Rio de Janeiro, onde os caixeiros (como eram chamados os empregados no comércio), os escriturários, os guarda-livros e outros uniram-se contra os abusos e contra a escravidão a que eram submetidos pelos comerciantes.
 
Em 1932, no dia 29 de outubro, às 10 horas da manhã, centenas de caixeiros cariocas, reuniram-se no Largo da Carioca e foram se somando a outros profissionais até chegar ao Palácio do Catete (então sede do governo federal) o grupo de Caixeiros tinha se multiplicado em mais de 5.000 pessoas. Getúlio Vargas, presidente do Brasil, os recebeu na sacada do Palácio e, naquele memorável dia foi assinado o Decreto Lei nº 4.042, de 29 de outubro de 1932, que regulamentando a jornada de trabalho, reduziu a carga horária escrava de 12 para 8 horas diárias.
 
Os frutos dessa luta dos Comerciários foram estendidos a todos os trabalhadores brasileiros que passaram também a ter suas jornadas de trabalho regulamentadas nos mesmo moldes.

O decreto-lei 4.042/32, foi publicado no Diário Oficial da União em 30/10/1932, por isso 30 DE OUTUBRO é o "DIA DO COMERCIÁRIO”.

A Fecosul parabeniza a todos os comerciários e comerciárias pelas lutas e conquistas, e convoca para que sigam avante na defesa dos seus direitos.