A campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” é uma mobilização global que, no Brasil, dura 21 dias, pois inicia no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e encerra-se no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Essa mobilização global tem por objetivo fomentar o ativismo e compartilhar conhecimentos para prevenir e eliminar a violência contra mulheres e meninas em todo o mundo.

Governos, sociedade civil, escolas, universidades, empresas, sindicatos, associações esportivas e as pessoas individualmente manifestam solidariedade às vítimas, aos movimentos de mulheres e às defensoras dos direitos humanos das mulheres para pôr fim à violência contra mulheres e meninas.

A campanha foi desenvolvida em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma jornada com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. Já na sua primeira edição, a ação contou com a adesão de mais de 160 países.

Todos os anos a Fecosul sugere que os seus sindicatos filiados promovam localmente ações que contribuam na conscientização do tema e que garantam a não violência contra as mulheres e meninas.