Baixe o cartaz e o banner desta campanha.

A campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é um evento anual, no qual diversas entidades e atores sociais se engajam e propõem ações que visam o enfrentamento da violência de gênero. São 16 dias de visibilidade.

A campanha foi desenvolvida em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma jornada com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. Já na sua primeira edição, a ação contou com a adesão de mais de 160 países.

Mundialmente, os 16 Dias de Ativismo começam no dia 25 de novembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo dia 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres e encerrando-se no dia 10 do mesmo mês. No Brasil, a campanha acontece desde o ano de 2003, e, algumas entidades, para denunciar a dupla discriminação vivida pelas mulheres negras, iniciam as atividades dos 16 Dias já em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

A Fecosul, por meio da sua Secretaria da Mulher, engaja-se na campanha e convida seus sindicatos filiados a desenvolverem ações que possam dar visibilidade ao tema. O Brasil é o quinto país do mundo em número de assassinatos de mulheres, segundo o Mapa da Violência de 2015. E a maioria dos casos de abuso e violência são praticados por homens que tem algum vínculo com as vítimas, como irmãos, pais, maridos e filhos.